Em Nota Oficial, EMS esclarece o início de testes em medicamentos contra a COVID-19

A EMS COMUNICADO OFICIAL.

 Em coordenação com hospitais de São Paulo, a EMS está iniciando estudos clínicos em vários centros do Brasil para checar a eficácia do uso de hidroxicloriquina em pacientes que estão em tratamento contra o covid-19. Inclusive o possível benefîcio de sua associação a Azitromicina, 

·      Como medida protocolar, a Comissão Nacional de Ética e Pesquisa (Conep) autorizou os testes, que agora estão em aprovação com a ANVISA.  

·      O medicamento será usado inicialmente em pacientes graves, depois em moderados. Há necessidade de entender exatamente qual é a população que mais se beneficia do tratamento.

·      Com o avanço dos testes será possível saber a dosagem ideal, período de tratamento é perfis de pacientes que tiveram boa recuperação com o uso do medicamento. 

·      A empresa recomenda que a população só consuma o produto sob prescrição médica. Não há qualquer respaldo científico que comprove eficácia do medicamento para a prevenção do coronavírus.

·      Se alguém acha que pode prevenir a doença e comprar o produto sem prescrição médica, como empresa soube que ocorreu nos últimos dias, pode provocar um desabastecimento desnecessário nas farmácias. 

·      Os médicos são os únicos profissionais habilitados a prescreverem o uso adequado da medicação, seguindo os protocolos de medicina e direcionando o produto a quem mais precisa dele neste momento.

·      O sulfato de hidroxicloroquina é uma molécula que foi desenvolvida para o tratamento da malária e tem sido usada há muitos anos para o tratamento da artrite reumatoide e lúpus. A empresa tem enorme preocupação com pacientes que usam esse medicamento continuamente para essas doenças.  

·      A EMS contatou o fabricante da matéria-prima - na Índia - e também a agência reguladora – Anvisa – para produzir 46 mil unidades do produto até 30 de março. Esse aumento será justamente garantir o abastecimento. 

·      A farmacêutica produz o genérico “sulfato de hidroxicloroquina” desde 2019 na unidade de Hortolândia (SP).  De setembro  a fevereiro de 2020, o laboratório já produziu cerca de 150 mil unidades do medicamento. 

·      A EMS é maior laboratório farmacêutico no Brasil, líder de mercado há 13 anos consecutivos, pertencente ao Grupo NC.

·      Com 55 anos de história e mais de cinco mil colaboradores, atua nos segmentos de prescrição médica, genéricos, medicamentos de marca, OTC e hospitalar, fabricando produtos para praticamente todas as áreas da medicina. 

·      Além de Hortolândia (SP), onde está seu complexo industrial, a empresa possui unidades produtivas em Jaguariúna (SP) e Brasília (DF). A empresa conta também com a Novamed, localizada em Manaus (AM).

-  

Fonte:

Gabriela Rossi

Executiva de atendimento ems.

Categoria:Hortolândia