Os dois maiores planetas do sistema solar ficarão alinhados e será possível observar – a olho nu – a chamada "Estrela de Natal". Fenômeno poderá ser visto novamente após quase 800 anos. Como todo evento astronômico, sua visibilidade dependerá das condições climáticas.

Nesta segunda-feira (21) à noite, acontece um fenômeno raro no céu: a conjunção entre Júpiter e Saturno. Os dois maiores planetas do sistema solar ficarão alinhados e será possível observar – a olho nu – a chamada "Estrela de Natal" ou a "grande conjunção", que é a maior aproximação visível entre eles desde a Idade Média.

Segundo astrônomos, Júpiter e Saturno estiveram tão próximos pela última vez em 1623. O fenômeno mais similar, porém, ocorreu no século 13, há quase 800 anos.

A conjunção será visível de quase todos os lugares da Terra, após o pôr do sol. Como todo evento astronômico, sua visibilidade dependerá das condições climáticas. Devido à sua luminosidade, pode ser visto sem binóculo ou telescópio.

Participe do canal da Rádio Digital Pop no Telegram e receba as informações em primeira mão (https://t.me/radiodigitalpop):

Telegram

Deixe seu Comentário