A Justiça de São Paulo determinou, nesta 3ª feira (20.jul.2021), o bloqueio das contas do narrador esportivo Galvão Bueno depois do reconhecimento de um débito de mais de R$ 1,3 milhão a um credor. A informação é do Jornal O Dia.

De acordo com o Uol, as contas do narrador, de sua mulher Desirée Soares Galvão Bueno e da filha Letícia Galvão Bueno estão bloqueadas por tempo indeterminado.

O débito foi homologado pela 9ª Vara Civil de São Paulo. O pedido do bloqueio das contas bancárias foi deferido pelo juiz Rodrigo Galvão Medina. O narrador esportivo foi avalista na aquisição de um crédito no valor de R$ 1,6 milhão em nome de uma de suas empresas, a Virtual Promoções Participações.

No entanto, de acordo com o jornal, duas parcelas deixaram de ser pagas ao fundo de investimentos Leste Credit, que foram acordadas previamente entre as partes envolvidas com um desconto de cerca de R$ 421 mil.

A defesa de Galvão Bueno disse à Justiça que não concorda com os valores cobrados por serem “abusivos” e decidiu, portanto, continuar com a ação em trâmite.
------------
Imagem: O narrador esportivo Galvão Bueno, que teve conta bloqueada pela Justiça por débito milionário.

Deixe seu Comentário