Um grupo de criminosos fez uma série de assaltos a agências bancárias na cidade de Araçatuba, localizada a cerca de 500 quilômetros da capital São Paulo, na madrugada desta segunda-feira (30).

Ao menos, três pessoas morreram e outras quatro ficaram feridas - sendo uma delas um homem de 25 anos que passava em frente a um dos bancos de bicicleta e teve os pés amputados. A polícia de Araçatuba informou que ao menos duas vítimas eram civis - uma foi encontrada sem vida dentro de um carro e outra caída no chão.

Após a ação, que durou cerca de duas horas, policiais isolaram uma grande área da cidade porque os bandidos teriam deixado explosivos com sensor de movimentos pelo centro. Imagens de câmeras de segurança mostram um dos criminosos deixando as supostas bombas nas ruas.

De acordo com as primeiras informações, ao menos 20 criminosos em três carros participaram do ataque, que começou pouco depois da meia-noite. A polícia prendeu dois suspeitos até o início da manhã e ainda faz buscas pelos demais ladrões.

Ainda conforme os agentes, os bandidos tinham drones que monitoraram desde o início do ataque até a fuga pela zona rural da cidade.

Uma das cenas mais chocantes veiculadas nas redes sociais por moradores é de um homem que foi colocado no teto de um carro roubado pelos bandidos para ser um "escudo humano" e evitar que a polícia atirasse contra o veículo. Outros moradores também foram usados pelos criminosos para evitar que a polícia revidasse.


Deixe seu Comentário